Na Solenidade de Cristo Rei deste ano, dia 26 de novembro, a Igreja no Brasil abrirá o Ano Nacional do Laicato, evidenciando o protagonismo dos cristãos leigos na evangelização e santificação do mundo. O tema do Ano do Laicato é: “Cristãos leigos e leigas, sujeitos na ‘Igreja em saída’, a serviço do Reino” e o lema: “Sal da Terra e Luz do Mundo” (Mt 5,13-14).

Para conhecer e viver a própria missão, o cristão leigo deve primeiramente reconhecer quem ele é, a sua natureza, sua razão de ser. Atualmente, nenhum documento lançará mais luzes sobre esta questão que o capítulo quarto da Constituição Dogmática Lumen Gentium, do Concílio Vaticano II. A Igreja ensina aí que “Por leigos entendem-se aqui todos os cristãos que não são membros da sagrada Ordem ou do estado religioso reconhecido pela Igreja, isto é, os fiéis que, incorporados em Cristo pelo Batismo, constituídos em Povo de Deus e tornados participantes, a seu modo, da função sacerdotal, profética e real de Cristo, exercem, pela parte que lhes toca, a missão de todo o Povo cristão na Igreja se no mundo.” (LG 31).

O Batismo é a porta comum para todos os que renascem para a vida de filhos de Deus. É o que todos nós cristãos temos em comum no ser e na missão. Somos membros de Cristo, verdadeiros filhos no Filho de Deus. Portanto, nossa missão segue o nosso ser: somos todos chamados a realizar na nossa vida a obra de Jesus Cristo, o Filho de Deus, que pela unção do Espírito Santo é enviado ao mundo para salvar a pessoa humana em todos os seus dramas e para santificar o mundo, formando para Deus um Reino.  São João Paulo II, na Exortação Apostólica Christifideles Laici, sobre a vocação e missão dos leigos na Igreja e no mundo, ensina que os fiéis revestidos de Cristo e impregnados pelo Espírito Santo no Batismo, são “santos” e, por isso, são chamados a atuar santamente no mundo (cf. nº 16).

Ser sal da terra e luz do mundo é dar sabor e iluminar até os recônditos mais inacessíveis do homem numa sociedade cada vez mais egoísta e voltada para si mesma, onde o próprio Criador já não é considerado e sua Palavra não serve mais de parâmetro para realidades até então jamais contestadas. Mundo em que a “ditadura do relativismo” impõe mil verdades e sem escrúpulo inverte luz em trevas e trevas em luz.  O Papa Francisco tem insistido no ideal da “Igreja em saída” para nos recordar que é na seara deste mundo a nossa missão. Sair para levar Cristo, melhor ainda, ser Cristo (“O cristão é outro Cristo”, ensinavam os Santos Padres da Igreja) no mundo só será possível se o fiel estiver unido à Videira, caso contrário, secará e morrerá (cf. Jo 15,6). Inserido na Videira, cada fiel deverá testemunhar no mundo a sua pertença a Cristo. Não dá para sair em missão se nunca estivemos dentro de verdade: ninguém dá o que não tem. Não se pode trair o Evangelho para agradar o mundo.

Que as graças abundantes de Deus favoreçam a reflexão e a vivência deste Ano do Laicato. Será muito útil estudar os documentos supracitados e também o Documento 105 da CNBB, valioso subsídio para a Igreja no Brasil sobre este tema. Que o Batismo que recebemos seja uma constante advertência à nossa consciência de quem nós somos e para Quem somos. Reconciliados com Cristo e com a Igreja, o seu Corpo, pelo sacramento da Penitência e como ramos nutridos pela Palavra e pela Eucaristia, seiva que brota das entranhas da vida Divina, fonte de todo apostolado da Igreja, sejamos sal e luz para o mundo, sejamos, de fato, cristãos fiéis.

Pe. Marcos Flávio C. Oliveira

Pároco da Paróquia Santa Rosa de Lima, 

Jaguaribara-CE

Igreja Católica Apostólica Romana.

Diocese de Limoeiro do Norte-CE.

A Pastoral da Comunicação desta diocese, mantém e atualiza este site com a colaboração das paróquias e seus responsáveis. 

SOBRE NÓS
São Miguel Arcanjo, Padroeiro da Diocese de Limoeiro do Norte.
LOCALIZAÇÃO

(88) 3423.1171

 

Praça Pe. Acelino,381 - Centro.

CEP: 62.930-000 - Limoeiro do Norte-CE.

pascomlimoeiro@outlook.com

diocesedelimoeiro@hotmail.com

CONECTE-SE
  • Grey Facebook Icon
  • Instagram - Black Circle

© 2016 por Pascom Limoeiro do Norte-Ce. Todos os direitos reservados.