Aos 18 de novembro de 1965, o Concílio Vaticano II nos presenteava um dos mais importantes documentos sobre a Sagrada Escritura, a Constituição Dogmática “Dei Verbum”, inaugurando assim uma nova fase na história da interpretação da Bíblia na Igreja: recapitula os dados da fé católica sobre a inspiração bíblica que, de fato, são os mesmos da Bíblia, porém agora enriquecidos pela reflexão da Sagrada Tradição da Igreja, através do seu ensinamento oficial, isto é, o Magistério da Igreja.

Grosso modo podemos falar em algumas diferenças existentes entre a Bíblia hebraica, grega, católica, protestante (aspectos materiais, motivos históricos, condicionamentos culturais, etc.). Porém, não são apenas essas as diferenças. Um grande e importante divisor de águas diz respeito ao modo de interpretar. Entre outras afirmações importantes da DV, sublinham-se três critérios concretos de uma interpretação teológica.

O princípio geral é “ler a Bíblia com a ajuda do mesmo Espírito mediante o qual ela foi escrita”. Esse princípio é especificado em três critérios concretos: “...ao investigarmos o sentido bem exato dos textos sagrados, devemos atender com diligência ao conteúdo e à unidade de toda a escritura, tendo em conta a Tradição viva de toda a Igreja e a analogia da fé.” (DV 12).  Portanto, esses critérios, reiterados pelo Concílio Vat II, apresentam a característica fundamental da leitura Católica das Sagradas Escrituras.

O conteúdo e a unidade de toda a Escritura: É o cânon das Escrituras como tal que exige que toda página da Bíblia seja lida à luz de todo o mistério da mensagem bíblica. Aceitar a lista completa dos livros inspirados é aceitar a unidade dos Testamentos, ler o Antigo a partir do Novo (DV 16). É sublinhado aqui não apenas uma afirmação dogmática, mas um princípio de interpretação científico: não se pode compreender um texto fora do seu contexto literário. É fundamental se ter uma visão global da Bíblia, para poder compreender suas várias partes.  Fere este princípio a leitura de textos que absolutiza cada palavra; um grave erro apontado por João Paulo II na apresentação do documento sobre a Interpretação da Bíblia na Igreja (1993).

 

A Tradição viva de toda a Igreja: aqui não se trata de “tradições eclesiásticas”. Mas Tradição de origem apostólica, que deve ser conservada com a sucessão contínua até o fim dos tempos (Dv 11). Significa que a Bíblia deve ser interpretada na Igreja. Fere este princípio a “livre interpretação da Escritura”, um dos princípios da Reforma de Lutero, pois não considera a comunidade como seu lugar e intérprete legítimo. Interpretar a Palavra de Deus não é uma atividade de uma só pessoa, mas é atividade comunitária, pois a Bíblia é um “livro feito em mutirão”. Os cristãos desde os primórdios respeitavam este princípio, e sabiam as consequências danosas de uma leitura individualista, pois esta representa uma ameaça à unidade da comunidade.

Analogia da fé: Além de levar em conta a unidade da Escritura e a Tradição, o texto precisa ser lido considerando a realidade atual da Igreja. Deve responder às questões e às exigência da fé de hoje. É o aspecto dinâmico da Palavra de Deus, palavra encarnada que nos fala também hoje. Fere este princípio uma leitura que reduz o significado do texto ao passado, que não alcança a mensagem que agora é anunciada.     

O Concílio nesse importante documento, nos lembra que não basta ter a Bíblia, é preciso interpretá-la de modo coerente e profícuo.

Dom André Vital Félix da Silva, SCJ.

Bispo da Diocese de Limoeiro do Norte – CE.

Mestre em Teologia Bíblica pela Pontifícia Universidade Gregoriana.

Igreja Católica Apostólica Romana.

Diocese de Limoeiro do Norte-CE.

A Pastoral da Comunicação desta diocese, mantém e atualiza este site com a colaboração das paróquias e seus responsáveis. 

SOBRE NÓS
São Miguel Arcanjo, Padroeiro da Diocese de Limoeiro do Norte.
LOCALIZAÇÃO

(88) 3423.1171

 

Praça Pe. Acelino,381 - Centro.

CEP: 62.930-000 - Limoeiro do Norte-CE.

pascomlimoeiro@outlook.com

diocesedelimoeiro@hotmail.com

CONECTE-SE
  • Grey Facebook Icon
  • Instagram - Black Circle

© 2016 por Pascom Limoeiro do Norte-Ce. Todos os direitos reservados.